HOME O PROJETO TECNOLOGIA FUTURO NOTÍCIAS SALA DE IMPRENSA EVENTOS CONTATO
  English 

 

Milton Neves

Milton Neves Filho (Muzambinho, 6 de agosto de 1951) é um radialista e jornalista brasileiro, 

 

especializado em esportes.

 

Iniciou a carreira em 1968, aos dezessete anos, como locutor na Rádio Continental em sua 

 

cidade natal. Radialista esportivo, trabalhou na Rádio Colombo em Curitiba, na Rádio Jovem 

 

Pan de São Paulo (onde marcou época a frente do programa Terceiro Tempo e do Plantão de 

 

Domingo) e na Rádio Oscar Monchito de Goiânia. Atualmente está na Rádio Bandeirantes AM 

 

e na BandNews FM.

 

No dia 14 de fevereiro de 2014, Milton Neves citou ao vivo na BandNews FM, ser escrivão 

 

aposentado por Minas Gerais. Entretanto,segundo o blog Flipparalisante, Milton Neves era 

 

repórter do Detran,em seguida tornou-se escrivão e nunca lavrou qualquer termo policial.[2]

 

Desde os anos 90 dedica-se também à apresentação de debates televisivos sobre futebol, 

 

obtendo grandes audiências. Iniciou na Rede Manchete, apresentando o Canal 100, programa 

 

clássico onde mostrava o futebol sob uma ótica cinematográfica.[3] Depois, na Rede 

 

Bandeirantes, seguiu comandando os programas esportivos "Gol O Grande Momento", 

 

"Esporte Total Debate" e "Super Técnico". Em dezembro de 2001, seguiu para a Rede Record 

 

apresentando os programas "Terceiro Tempo" e "Debate Bola". Na Rede Mulher de Televisão e 

 

afiliadas apresentando o programa "Golaço".[1]

 

 

 

 Vista do telão de Milton Neves sendo recepcionado em sua visita à cidade de Erechim.

 

Atualmente, após seu retorno à Rede Bandeirantes, apresenta o "Terceiro Tempo" aos 

 

domingos.[4] O programa televisivo tem o mesmo nome de seu antigo programa na Rádio 

 

Jovem Pan AM e do atual na Rádio Bandeirantes, além de de sua agência de publicidade e um 

 

sítio de Internet, pois detém o registro do nome. Durante a Copa do Mundo de 2010, na África 

 

do Sul, estreou um novo programa, também na área esportiva, com o nome de "Band Mania". 

 

Participaram da atração os ex-jogadores Denílson, Emerson e Vampeta.[5] O programa ganhou 

 

um espaço fixo na programação, mas sem a participação de Vampeta, impedido de participar 

 

de transmissões televisivas por ser candidato a Deputado Federal nas eleições de 2010.

 

Em 31 de maio de 2005, Milton deixou a Jovem Pan após 33 anos e assinou contrato com a 

 

Rádio Bandeirantes. No dia 12 de julho do mesmo ano, ingressou na Justiça do Trabalho contra 

 

a Jovem Pan alegando horas extras e comissões não pagas. Segundo decisão do Tribunal 

 

Regional do Trabalho da 2ª Região, ela foi obrigada a pagar 2 milhões de reais.

 

Além de comunicador, também se tornou um empresário de sucesso. Hoje dedica grande 

 

parte do seu tempo para catalogar jogadores, cronistas e antigas pessoas ligadas ao futebol 

 

brasileiro, que já morreram ou se aposentaram e dispõe as informações e principalmente 

 

imagens históricas coletadas, na sua página oficial na internet. 

 

É assumidamente torcedor do Atlético Mineiro, do Santos, do Bahia e do Paysandu.

Comentários

<< Voltar
HOME O PROJETO TECNOLOGIA FUTURO NOTÍCIAS SALA DE IMPRENSA EVENTOS CONTATO

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS